quarta-feira, maio 11, 2005
PRIMEIRO ANIVERSÁRIO
Há um ano começou assim:

Início da liberdade

Apenas um início.
Apenas.
Três sílabas num momento.

Cassiel @ 7:01 PM


George Cassiel convida todos a festejar, hoje, o seu primeiro aniversário.
posted by George Cassiel @ 10:00 da manhã  
9 Comments:
  • At 3:49 da tarde, Blogger citras said…

    365 dias a transmitir a beleza e o prazer das letras. Obrigada :)

     
  • At 8:42 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Viajo muitas vezes até este Porto de Abrigo. Desde há um ano, é uma passagem quase quotidiana. Um Lugar onde é possível refazer a agenda dos dias. Um Lugar onde se pára. Onde se encontra o vagar. Ou Onde às vezes há uma razão para ir muito depressa para qualquer sítio. O Lugar das linguas todas, de um mundo feito de paisagens nunca vislumbradas. Viajo muitas vezes até ao teu Lugar de George Cassiel independentemente de te ter muito na vida, na outra, na que não é feita de letras. Viajo aqui e viajo ali. Viajo contigo. Viajo. Obrigada.
    Sónia

     
  • At 1:17 da manhã, Blogger Miguel Marujo said…

    parabéns, pá... teremos de festejar a preceito

     
  • At 4:36 da manhã, Blogger MRF said…

    Estou um pouco atrasada, mas é claro que tinha que dar os parabéns ao autor deste George Cassiel! E faço-o "publicamente", no Divas.

    Um abraço

     
  • At 7:38 da manhã, Blogger jpt said…

    um excelente blog, obrigado. e vá andando para novos aniversários, sff

     
  • At 7:39 da manhã, Blogger nikonman said…

    Parabéns (atrasados)!

     
  • At 4:41 da tarde, Blogger hfm said…

    Atrasados mas não podia deixar de enviar os parabéns!

     
  • At 6:32 da tarde, Blogger a-bordo said…

    Mais outro leitor atrasado e com atrasados parabéns. abraço.

     
  • At 9:59 da tarde, Blogger Zé Filipe said…

    Parabéns aqui deste lado também!

    Um abraço e muitas letras,

     
Enviar um comentário
<< Home
 

GEORGE CASSIEL

Um blog sobre literatura, autores, ideias e criação.

_________________


"Este era un cuco que traballou durante trinta anos nun reloxo. Cando lle chegou a hora da xubilación, o cuco regresou ao bosque de onde partira. Farto de cantar as horas, as medias e os cuartos, no bosque unicamente cantaba unha vez ao ano: a primavera en punto." Carlos López, Minimaladas (Premio Merlín 2007)

«Dedico estas histórias aos camponeses que não abandonaram a terra, para encher os nossos olhos de flores na primavera» Tonino Guerra, Livro das Igrejas Abandonadas

 
About Me

George Cassiel
Portugal
See my complete profile
E-mail
georgecassiel[at]hotmail.com
Search

Previous Post
Archives
Links
Outras coisas a dizer
Caixa para alguns comentários (mais permanentes) em breve.
Template by

Free Blogger Templates

BLOGGER

® 2004-2008 by George Cassiel